Estrias nas pernas

As estrias nas pernas podem ser um terror para muitas pessoas, visto que causam um grande abalo estético. O fato é que muitas pessoas aprendem a lidar com essa questão e não se incomodam, mas outras não e está tudo bem.

O que você precisa saber é que se isso é um problema na sua vida, não há nada de errado em querer resolver e é justamente sobre isso que vamos falar hoje.

O que são as estrias nas pernas?

De uma forma geral, as estrias são como cicatrizes causadas pelo rompimento de fibras de colágeno e elastina que ficam nas camadas da pele.

Normalmente elas acontecem quando a pele sofre um grande estiramento muito grande em pouco tempo, como ocorre na barriga durante a gestação, por exemplo.

No entanto, também é comum que surjam durante a adolescência, quando o corpo está se desenvolvendo, quando se ganha peso em pouco tempo e outros.

O mais importante é lembrar que o problema pode ser tratado, especialmente durante os estágios iniciais, quando a estria ainda tem uma coloração vermelha, rosada ou arroxeada.

Como evitar estrias nas pernas?

A principal forma de evitar esse problema, seja qual for a região do corpo, é sempre manter a pele bem hidratada. Isso não significa apenas usar cremes, mas também beber muita água.

Além disso, se alimentar bem, usar um bom hidratante corporal e fazer atividade física também podem ajudar muito.

Como tratar as estrias nas pernas

Pois bem, se você já tem as estrias nas pernas e agora quer saber como tratá-las, fique sabendo que existem alternativas, Silk Skin creme para estrias é a melhor delas.

No entanto, os resultados podem variar de acordo com a fase da estria, seu tamanho, a extensão do dano e a espessura da mesma.

Dito isso vamos conhecer algumas formas de tratar:

  • Ácido retinóico: pode ser em cremes usados em casa mesmo, pois atua estimulando a renovação celular e o colágeno.
  • Microdermoabrasão: estimula a região afetada e possibilita a reorganização dos tecidos, favorecendo o tratamento.
  • Infravermelho: a luz infravermelha penetra na pele aumentando a temperatura, o que causa um dano. Esse dano faz com que a pele tenha que se regenerar e estimula a produção de mais colágeno.
  • Laser ablativo e fracionado: ótima opção que também atua causando o dano térmico controlado, com a vantagem de que requer menos sessões.
  • Laser não-ablativo: feito com ponteiras especiais que não machucam a epiderme, então pode ser realizado a qualquer época do ano. No entanto, demanda um número maior de sessões.

O mais importante é que, seja qual for o tratamento escolhido para as estrias nas pernas, sempre faça com acompanhamento de um médico dermatologista.