Quem tem diabetes tipo 2 controlado pode parar de tomar o medicamento?

Então, o diabetes é uma doença ainda cercada de muitas dúvidas e desconhecimento. Uma das maiores dúvidas, no entanto,é em relação ao seu tratamento.

Não raro, alguém questiona se a doença tem cura, se tem controle, se é preciso tomar remédio a vida toda.

Pensando nisso, resolvemos ajudar com esse artigo, onde responderemos essas questões, e outras dúvidas relacionadas ao diabetes.

Tipos de Diabetes

Muita gente ainda não sabe que o diabetes pode ser de deferentes tipos, sendo os mais comuns o 1 e 2.

O Diabetes tipo 1 é uma doença crônica, ou seja, a pessoa já nasce com ela ou com predisposição, desenvolvendo-a em alguma fase da vida.

Nesse tipo de diabetes, o corpo não produz insulina. ou não consegue empregar adequadamente a insulina que produz, sendo necessário o paciente injetar diariamente a insulina prescrita pelo médico.

Já, o diabetes tipo 2 ocorre quando o corpo não aproveita adequadamente a insulina produzida, tendo sua causa diretamente relacionada ao sobrepeso, sedentarismo, triglicerídeos elevados, hipertensão e hábitos alimentares inadequados.

Por isso, nesse tipo de diabetes, é essencial manter acompanhamento médico para tratar, também, dessas outras doenças, que podem aparecer junto com o diabetes.

Quando parar de tomar remédio?

É preciso saber que, até pela gravidade da doença e de suas possíveis complicações com qualquer descuido com a mesma, mesmo com os níveis de glicemia normalizados, quem tem diabetes precisa manter o uso dos remédios.

Bio Mass Caps é um medicamento natural para controlar o nível de açúcar no sangue, por ser natural não tem contraindicação ou efeitos colaterais e portanto é um ótimo aliado, desta forma se você não gosta dos remédios por conta dos devidos efeitos negativos, caso pare com alguma medicação você pode e deve manter esta opção de tratamento natural, para saber mais a respeito dele leia o artigo abaixo:

http://www.pontolit.com.br/biomass-caps/

É fundamental que medicamentos só sejam suspensos, ou alterados, em casos de ajuste de doses ou mudanças do tipo da droga, o que só pode ser feito pelo médico.

Vale entender que parar a medicação por conta própria pode levar ao descontrole da doença, e com isso, causar diversos problemas em curto prazo, como cansaço, fome, sede, vontade de urinar excessiva e perda de peso.

Vale saber que, segundo a SBEM (Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia), o diabetes tipo 2 é a forma mais comum da doença, atingindo cerca de 90% dos casos.

Por isso, no caso de ser diagnosticada a doença, além de não poder deixar de tomar regularmente os medicamentos indicados pelo médico, é fundamental investir em outros cuidados, também, como praticar exercícios e seguir uma alimentação equilibrada.

Complicações do Diabetes

É preciso ter em mente que o  diabetes, se  não tratado corretamente, pode evoluir para formas mais graves, e ainda, apresentar complicações como:

  • Alteração de humor, ansiedade e depressão
  • Ansiedade
  • Depressão
  • Problemas sexuais
  • Neuropatia Diabética
  • Doença renal
  • Pé Diabético
  • Problemas nos olhos
  • Glaucoma
  • Catarata
  • Retinopatia (não-proliferativo e proliferativo)
  • Pele mais sensível
  • Problemas arteriais e amputações

Por isso, é fundamental seguir corretamente o tratamento indicado pelo médico, justamente, para evitar possíveis complicações, podendo ser muito graves e até levar à morte.

Também, vale apostar em medidas simples, como jamais se automedicar e procurar manter, ou adotar, bons hábitos no dia a dia, como uma alimentação mais equilibrada e a prática de exercícios físicos regularmente, para controlar e prevenir a doença.